top of page

Processo seletivo não é bicho-papão. Ou é?

Atualizado: 15 de mar. de 2020


Descreva uma situação de grande pressão com que você teve de lidar no trabalho. O que aconteceu? Quem eram os envolvidos? Como você solucionou o problema?

De improviso, você conseguiria responder rapidamente a essa pergunta?

Alguns profissionais me dizem: Roberta, nunca vou bem nas entrevistas. Nunca sei o que podem perguntar e no momento do nervosismo esqueço o que poderia falar.

Isso acontece com você também? Pense que se não é fácil para você, não é fácil para o outro também.

Você sabia que o objetivo da pergunta acima em um processo seletivo é medir sua estabilidade emocional?

Você já ouviu falar em entrevistas por competências?

Hoje raramente algum bom recrutador te fará perguntas fechadas, ou seja, que exijam sim ou não como resposta. O que responderia se a pergunta fosse você é ético? Certamente a resposta seria: sim, sou muito ético. No lugar, o recrutador te perguntará: Todos têm que quebrar as normas algum dia. Quais exemplos você pode dar de quando teve que fazer isso?

Ele não te perguntará: você tem iniciativa, possivelmente fará algum questionamento como: se você dispusesse de mais tempo livre, como o preencheria?

Ou ainda:

Conte-me sobre uma situação em que teve que abrir mão de suas ideias em favor da equipe. O que aconteceu? Flexibilidade

Como você lidou com pessoas de quem não gostou? Relacionamento interpessoal

Percebe? São perguntas abertas, ou seja, questionamentos que farão você refletir e dar uma resposta completa com exemplos.

Hards skills, conhecimento técnico, são importantes, mas cada vez mais se espera comportamentos adequados à vaga e à cultura da empresa. Não se engane. Participar de processo seletivo exige também muito preparo.

Vai a #dica do ano agora:

Analise muito bem as soft skills solicitadas na descrição da vaga. Sim, aqueles comportamentos solicitados e que muita gente menospreza. É ali que está o segredo das perguntas ou atividades que possivelmente serão realizadas durante o processo.

Da próxima vez que ler uma descrição de vaga assim: você é dinâmico, proativo, ético, flexível, possui iniciativa e bom relacionamento interpessoal? Lembre-se: você tem o mapa da mina, releia esse post e prepare-se para arrasar no processo seletivo.


Processo seletivo não é bicho-papão. O recrutador quer o seu bem. Faça a sua parte .

2 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page