top of page

Mostre seu trabalho

Atualizado: 12 de jan. de 2022

Na semana passada, concluí meu primeiro livro do ano: Mostre seu trabalho de Austin Kleon. Foram muitos insights interessantes, tanto que resolvi compartilhá-los.

Nesse material , Kleon traz 10 formas de compartilhar e ser descoberto. Ou seja, traz o mapa para se tornar referência para outras pessoas.

“Imagine se o seu futuro chefe não precisar ler seu currículo porque já lê o seu blog. Imagine ser um estudante e ganhar seu primeiro prêmio baseado num projeto da escola que você publicou online. Imagine perder seu emprego, mas ter contato com pessoas familiarizadas com seu trabalho e dispostas a te ajudar a encontrar um novo. Imagine tornar um projeto paralelo ou um hobby sua profissão  porque você conhece alguém que poderia apoiá-lo”. 

Hoje trarei 3 dicas:

1/10- Você não tem que ser um gênio


Nesse capítulo Kleon desmistifica a ideia de que para publicar algo você precisa ser um gênio, um super-homem cheio de talentos especiais que brotam a qualquer momento, ou vêm de inspirações sobrenaturais. É importante reconhecer que um bom trabalho não se encontra no vácuo, e sim, à partir de uma cena, com troca, contribuições e compartilhamentos.

Ser parte da cena não requer que seja talentoso ou esperto, mas sim, que queira contribuir, compartilhar ideias, obter conexões de qualidade, conversar.

O conceito de genialidade afasta, o conceito de contribuir nessa cena, agrega. A ideia é parar de perguntar o que poderiam fazer por você e começar a se perguntar, o que poderia fazer pelos outros. 

Nunca foi tão fácil participar de uma cena. Olha aí a internet provando que isso é verdade. Não existe portão, não existe barreira, nem distâncias geográficas; Não existem classes, gêneros, nem importa quão conceituada é a sua escola ou quais foram suas notas no último período letivo, todos têm possibilidade de contribuir com algo.

A mensagem principal desse capítulo é:

Você não encontrará sua voz se não a usar.

Inspire-se nas pessoas que vieram antes de você. Todas começaram amadoras e chegaram aonde queriam, usufruindo do que receberam e tendo coragem para se expor. 

2/10- Pense em processo, não produto
Muitas pessoas estão apenas acostumadas a apenas ver o resultado do trabalho. Elas nunca veem o processo que foi percorrido até chegar a ele. Michael Jackson

Existe o processo e existe o produto final. Kleon nesse capítulo incentiva ao compartilhamento dos bastidores. Desmistifica a ideia de que para os espectadores o que importa é o resultado final. Explica que isso fazia sentido na era pré-digital, mas esse conceito caiu por terra, pois hoje temos infinidade de canais para mostrar o que bem quisermos.

Ao partilhar seu processo no dia a dia, as coisas que realmente importam, forma uma conexão especial com seu público.

Assim, a mensagem é: torne-se um documentarista do que faz. Muitos saem para trabalhar e sentem que ao final do dia não possuem nada de valor para mostrar. No entanto, não importa o que é, há algo valioso em fazer o que você faz e existem pessoas interessadas. Você só precisa demonstrar da maneira certa.

Você tem que transformar o invisível em algo que os outros possam ver.

Mantenha seu caderno de anotações, ou grave suas falas e memórias, faça fotos, grave vídeos. Registre o que está ao redor. Inicialmente, compartilhando ou não, você tenderá a enxergar seu trabalho mais claramente. E quando estiver preparado para dividi-lo, terá um material tão rico e extenso que parecerá mais fácil.


3/10 Compartilhe um pouco todos os dias




“Exponha seu trabalho todos os dias e você começará a conhecer pessoas incríveis.” B. Solomon

- Esqueça o mito do sucesso repentino; construir reputação e solidez demanda tempo, uma vida às vezes. Na maioria dos casos, o sucesso esconde décadas de trabalho duro, persistência e resiliência.

-Esqueça as décadas, os anos, os meses. Foque nos dias. Essa é a única unidade de tempo que está em nossas mãos. O dia tem um ritmo. Eu consigo lidar com um dia.

Diariamente ao terminar um trabalho, volte aos seus registros. É lá que encontrará material rico a ser compartilhado.

• Se estiver no início- fale de suas inspirações e influências;

• Se estiver no meio- compartilhe métodos e progressos;

• Se estiver finalizado- compartilhe o que ficou de lado, mostre o resultado final, aprendizados;

• Se você possui vários projetos- mostre o desenvolvimento, as interações, feedbacks.


Relatórios diários são melhores que portfólios ou currículos, pois mostram o momento.. Plataformas estão aparecendo e desaparecendo diariamente. Mas o ato de dividir é ato de generosidade. Colocar no mundo algo que acredita ser útil para alguém que você nem conhece. É isso o que ficará na história. Como impactou o outro nessa jornada.


Você não precisa ser um gênio, nem mostrar a obra somente depois de acabada. Você só precisa ter coragem para começar.

6 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page